Fundo PositHiVo divulga o relatório anual 2017

O Fundo PositHiVo divulga publicamente, em 20 de dezembro, seu relatório anual de 2017. O documento aborda de forma clara e acessível todas as atividades, desafios e objetivos atingidos pela instituição ao longo dos últimos 12 meses.

Foi um período marcante. Em 2017, o Fundo PositHiVo publicou dois editais públicos e disponibilizou os recursos mobilizados para dezenas de Organizações da Sociedade Civil (OSC) de todas as regiões do Brasil.

O edital público sobre ações de prevenção e advocacy sobre o HIV/Aids e Hepatites Virais foi lançado no primeiro semestre e despertou o interesse de mais de uma centena de OSC. Ao todo 120 se inscreveram no processo, 88 foram qualificadas e, ao final da seleção, 15 foram contempladas com recursos. Ao longo de seis meses, essas OSC levaram informações sobre prevenção, testagem e tratamento do HIV/Aids e HV para cidadãos brasileiros de perfis diversos, como jovens, +60 anos, moradores de favelas, habitantes de regiões fronteiriças com a Venezuela, surdos, populações tradicionais e LGBT.

As ações estão se encerrando ao longo do mês de dezembro, mas, a exemplo do que já ocorreu com os projetos realizados em 2016, o Fundo PositHiVo continuará monitorando as ações e a comunicação em rede de todas as OSC envolvidas.

No segundo semestre, o Fundo lançou um edital inédito, de tema correlato. Trata-se da transmissão via sexual do vírus da Zika. Cinco cidades de Pernambuco vêm recebendo ações específicas de OSC que vêm abordando mulheres e jovens a respeito da prevenção sexual do vírus da Zika.

O relatório anual do Fundo PositHiVo também elenca ações paralelas da entidade, como a participação em eventos nacionais e internacionais, o apoio de artistas à instituição e o relacionamento com o público via site e redes sociais.

O relatório anual 2017 está disponível na seção específica de nosso site, mas você também pode conferi-lo na íntegra clicando aqui. Obrigado!

Contato