Dado epidemiológico foi um dos critérios para 1º apoio

No segundo semestre de 2015, o Fundo PositHiVo, primeiro fundo nacional privado de sustentabilidade às organizações da sociedade civil (OSC) que trabalham no campo do HIV/Aids e Hepatites Virais, definiu três organizações que atuam no tema HIV/Aids para receberem apoios estratégicos. Junto ao conselho fiscal e deliberativo, a Rede Nacional de Jovens e Adolescentes Vivendo com HIV/aids, o Movimento Nacional das Cidadãs Posithivas e o GEMPAC – Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do Pará foram selecionados para receberem a carta-convite.

Fundo-CidadãsPosithivasCortada (12)

O objetivo desse apoio é dar respostas ao enfrentamento do HIV/Aids e contribuir para o fortalecimento da capacidade técnica dessas organizações, bem como fortalecer o trabalho do Fundo. Para que essas OSC fossem esolhidas, a diretoria do Fundo PositHiVo e o Conselho observaram critérios para indicação dessas instituições, que se basearam em pontos específicos: dados epidemiológicos, histórico de atuação dessas organizações junto ao público-alvo, preferencialmente ser ações de redes e a necessidade de fortalecimento institucional.

Segundo dados do Ministério da Saúde, há 750 mil pessoas com HIV atualmente. Segundo o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), entre 2004 e 2013, o crescimento entre os jovens é de 53%. Outro dado que refoçou a escolha por essas instituições foi a última pesquisa PCAP- Pesquisa de Comportamento, Atitudes e Práticas. Ela aponta a diminuição do uso de preservativo na faixa etária de 15 a 24 anos, o que coloca a juventude no topo da vulnerabilidade a infecção pelo HIV.

Diante desse cenário, a diretoria do Fundo PositHiVo e o conselho percebeu a necessidade de apoiar estrategicamente as ações de prevenção junto a este público. Outra ação é contribuir para o fortalecimento institucional da Rede de Jovens, que necessita se estruturar para continuar desenvolvendo suas ações.

“Para 2016, o Fundo PositHiVo pretende realizar editais para que todas as OSC possam participar e realizar projetos para juntos enfrentarmos a hepatites virais e a epidemia de HIV/Aids”, afirmou Harley Nascimento, coordenador-geral do Fundo PositHiVo.

Fundo PositHiVo

O Fundo PositHiVo é o primeiro fundo privado nacional de sustentabilidade e um forte aliado no enfrentamento da Aids e Hepatites Virais no Brasil. Anunciado no Dia Mundial de Luta contra a Aids (1º de dezembro), durante cerimônia oficial do Ministério da Saúde, o Fundo PositHiVo foi idealizado para captar recursos e fortalecer as ONG atuantes em projetos de assistência e prevenção ao HIV/Aids e às Hepatites Virais.

Para garantir a sua autonomia e ampliar o esforço de captação de recursos a longo prazo, a entidade tem uma gestão independente composta por uma rede de apoiadores de diversos segmentos da sociedade, incluindo pessoas físicas, jurídicas, nacionais e estrangeiras. Saiba mais: www.fundoposithivo.org.br

Contato.


Avenida São Luís, 50 sl. 72G – República – São Paulo/SP
+55 11 3129-9055